Tome cuidado com ataques de phishing. A Ledger nunca pedirá as 24 palavras de sua frase de recuperação. Nunca as compartilhe. Saiba mais

(ING/FRA/ESP/ALE) Violação de dados de e-commerce e marketing: perguntas frequentes

Português Français Español Deutsch

Violação de dados de e-commerce e marketing: perguntas frequentes

Em 14 de julho de 2020, um pesquisador falou conosco através do programa de recompensas para nos informar de uma violação de dados na nossa base de dados de marketing e e-commerce. Imediatamente resolvemos a violação de dados e iniciamos investigações internas. Descobrimos que os dados exposotos foram sujeitos a acesso não autorizado. Seus fundos estão seguros.

Em 20 de dezembro de 2020, fomos informados sobre um despejo de conteúdo de uma base de dados de clientes da Ledger. Ainda estamos investigando, mas os primeiros sinais nos dizem que isso pode de fato se tratar do conteúdo anteriormente violado do nosso banco de dados de e-commerce.

Em 23 de dezembro de 2020, fomos notificados pelo Shopify, nosso provedor de serviços de e-commerce, sobre o incidente que envolveu dados de comerciantes onde membros desonestos do seu time de suporte obtiveram históricos de transação de clientes, incluindo da Ledger.

Encontre abaixo as respostas para as perguntas mais frequentes. Para detalhes sobre a violação de dados, consulte nossa postagem no blog, e para detalhes do incidente da Shopify, consulte este artigo.

Meus dados pessoais (nome, endereço, número de telefone) vazaram?

Depois de descobrir a violação em julho de 2020, enviamos um e-mail para todos os 9.500 clientes afetados que pudemos identificar com certeza pelos detalhes pessoais que vazaram. Se você não recebeu este e-mail até agora, significa que não tivemos evidências de que seus dados pessoais vazaram, exceto seu endereço de e-mail.

Depois que ficamos conscientes do vazamento de 20 de dezembro de 2020, ficou claro que um grupo maior do que os 9.500 clientes iniciais tiveram seus dados expostos. Enviamos um e-mail para todos os clientes nesse grupo (cerca de 272.000 indivíduos). Se os seus detalhes pessoais fazem parte desse grupo, você recebeu um e-mail de notificação específico em 21 de dezembro de 2020.

Em 13 de janeiro de 2021, comunicamos os cerca de 292.000 clientes impactados pelo vazamento do Shopify. Se seus dados foram comprometidos nessa violação de dados do Shopify, você recebeu uma notificação por e-mail. O título do e-mail é "SECURITY NOTE: Ledger included in Shopify database breach" (NOTA DE SEGURANÇA: Ledger incluída no vazamento da base de dados do Shopify) e foi enviado em 13 de janeiro de 2021 em torno de 16:00 CET.

O que aconteceu com a violação de dados reportada em julho de 2020?

Um invasor obteve acesso a uma parte do nosso banco de dados de e-commerce e marketing por meio de uma chave de API de terceiros que foi configurada incorretamente em nosso site, o que permitiu acesso não autorizado aos detalhes de contato e dados de pedidos de nossos clientes.

Quem é a solução terceirizada? Por que eles estavam processando os dados de clientes?

As equipes de e-commerce e marketing da Ledger usam uma solução terceirizada (Iterable) para enviar e analisar e-mails transacionais e de marketing para clientes que compraram produtos na ledger.com ou se inscreveram para receber nossas newsletters.

Desde quando esse problema existe?

A configuração incorreta da chave de API do terceiro em questão está em execução desde 9 de agosto de 2018. Com base nas evidências e registros que temos, acreditamos que essa falha foi descoberta e explorada entre abril de 2020 a 28 de junho de 2020. 

O que aconteceu com a Shopify?

Em 23 de dezembro de 2020, recebemos uma notificação do nosso provedor de serviços de e-commerce, Shopify, sobre um incidente envolvendo dados de comerciantes no qual membros desonestos do seu time de suporte obtiveram registros de transações de clientes, incluindo da Ledger. Os agentes exportaram ilegalmente registros de transações de clientes em abril e junho de 2020. De acordo com a Shopify, isso está relacionado ao incidente reportado em setembro de 2020, que diz respeito a mais de 200 comerciantes. Porém, até 21 de dezembro de 2020, o Shopify não havia descoberto que a Ledger também foi alvo deste ataque. O Shopify nos informou que eles contrataram consultores e especialistas em forense digital para continuar sua investigação sobre o caso e relataram o assunto às autoridades legais do Canadá e dos EUA.

Juntamente com a empresa forense Orange Cyberdefense, pudemos determinar que o incidente afetou aproximadamente 292.000 clientes. Embora o banco de dados seja 93% similar ao exposto no ataque anterior, havia aproximadamente 20.000 novos registros de clientes nesta violação, incluindo e-mail, nome, endereço postal, produtos comprados e número de telefone.

Se você comprou um produto Ledger após o final de junho de 2020 ou se comprou seu produto fora da Ledger.com, seus dados não foram expostos nesses incidentes.

Que tipos de dados foram vazados do banco de dados de clientes da Ledger?

Em ambas as violações, as informações expostas referem-se a bancos de dados de e-commerce e marketing. Elas contém e-mails, nomes e sobrenomes, números de telefone e endereços postais, bem como o tipo de produto comprado.

Elas não incluem informações de cartão de crédito.

Agora sabemos que aproximadamente 1 milhão de endereços de e-mail vazaram junto com aproximadamente 292.000 registros de informações pessoais, como nome e sobrenome, número de telefone, endereço postal e produtos comprados.

Por que a Ledger comunicou 9.500 dados pessoais, e não 272.000?

A determinação do número de dados pessoais (nome, endereço físico, número de telefone) feita em julho de 2020 foi baseada na análise forense da nossa consultoria de segurança terceirizada, que informou que havia apenas evidências de 9.500 pessoas afetadas. Agimos com rapidez e com o melhor conhecimento disponível a nós no momento. Agora podemos verificar a partir do banco de dados publicado que informações detalhadas (nome, endereço postal, número de telefone) de cerca de 272.000 usuários foram obtidas.

A violação de dados foi corrigida?

Em relação à violação de dados descoberta em julho: assim que descobrimos a violação de dados em julho, esta violação de dados foi corrigida no mesmo dia e a chave da API foi desativada.

Em relação à violação de dados do Shopify: após tomar conhecimento do incidente, a Shopify suspendeu imediatamente o acesso do responsável à rede, confiscou o notebook do responsável e contratou consultores e especialistas em forense digital para continuar sua investigação.

Estamos fazendo todo o possível para tornar a Ledger mais forte para o futuro. Contratamos um novo Diretor de Segurança da Informação (CISO). Estamos fortalecendo ainda mais nossos sistemas. Executamos testes de penetração e análises forenses com empresas de segurança externas para testar e encontrar vulnerabilidades adicionais em nossos sistemas de e-commerce. 

Estamos trabalhando continuamente com as autoridades legais para processar legalmente os criminosos. Notificamos a autoridade francesa de proteção de dados sobre as violações de dados e estamos trabalhando com outras autoridades de proteção de dados em todo o mundo.

Fundos de clientes foram afetados?

Não. Informações de pagamento, credenciais (senhas) e criptoativos não foram afetados. Essa violação de dados não teve vínculo nem impacto em nossas carteiras hardware e no aplicativo Ledger Live. Seus criptoativos estão seguros e não estão em perigo.

Nosso modelo de segurança impede que invasores acessem informações confidenciais relacionadas aos nossos dispositivos hardware, como frases de recuperação e chaves privadas. Os usuários estão no controle total dessas informações e são os únicos capazes de acessá-las.

E quanto a “informações de identificação não públicas”, como números de contas bancárias e detalhes de previdência social?

Como afirmado em nossa política de Privacidade, nós nunca solicitamos ou mantemos essas informações.

Os dados dos clientes são tratados internamente ou por um fornecedor terceirizado?

De acordo com nossa política de privacidade, como controladores de dados, nós podemos transmitir alguns de seus dados a terceiros, como provedores de serviços de pagamento (PSPs), de infraestrutura, de logística e outros provedores de serviços, dentro das estruturas contratuais e legais aplicáveis. 

Houve algum pedido de resgate?

Fomos informados de alguns pedidos de resgate. Acreditamos que esta seja outra tentativa de golpe global, pois a mesma mensagem está sendo enviada por e-mail e SMS em diferentes idiomas. Monitoramos continuamente a campanha de ataques em uma página dedicada.

Quais medidas corretivas a Ledger está tomando para resolver isso?

  • Corrigimos a violação de dados imediatamente
  • Investigamos a violação de dados imediatamente, tanto internamente quanto com especialistas forenses externos (Orange Cyber Defense) para descobrir qualquer acesso não autorizado de terceiros aos dados dos nossos clientes
  • Informamos a Autoridade Francesa de Proteção de Dados sobre a violação de dados e a atualizamos sobre a situação.
  • Informamos os nossos clientes.
  • Apresentamos uma queixa criminal formal ao Ministério Público francês e a estamos atualizando com novas informações.
  • Realizamos testes de invasão internamente e estamos avançando com os testes de invasão externos, originalmente planejados para setembro de 2020.
  • Temos auditorias internas periódicas agendadas em nossas políticas de retenção de dados para garantir a conformidade contínua com as leis aplicáveis.
  • Estamos estendendo ao e-commerce o escopo do nosso programa organizacional e de segurança, originalmente focado em nossos produtos (carteiras hardware e Vault). Estamos tomando medidas para atender aos requisitos listados na ISO 27001.

As informações obtidas pelos hackers podem burlar as medidas de autenticação de dois fatores (2FA)?

Não. Nosso site de e-commerce não retém nenhuma informação de login ou senha, pois o 2FA não é relevante em relação ao nosso esquema de segurança. 

Algum cliente relatou extorsão física?

Até onde sabemos, não. Nem recentemente nem no passado. Porém, alguns dos golpes envolvem ameaças de violência física. Se você receber tal ameaça, entre em contato com as autoridades policiais locais imediatamente. Você também pode relatar a ameaça para nós nesta página para incluirmos em nossa investigação. Esteja ciente de que a Ledger foi projetada considerando a ameaça de ataques físicos, consulte as melhores práticas de medidas de segurança avançadas para obter instruções sobre como se proteger e permanecer vigilante. Monitoramos continuamente a campanha de ataques em uma página dedicada.

Recomendamos que nossos clientes preocupados com essa eventualidade consultem nossas melhores práticas de medidas de segurança avançadas e tenham em mente que, em caso de emergência, basta digitar 3 vezes o código PIN errado para redefinir seu dispositivo.

Por que a Ledger esperou mais de uma semana para comunicar publicamente essa violação de dados de marketing e e-commerce?

Queríamos ter todos os dados necessários e precisávamos realizar a conformidade legal primeiro.

Corrigimos o problema imediatamente e iniciamos uma investigação interna para avaliar o escopo da violação. Também investigamos junto da Orange Cyberdefense para avaliar a extensão da violação e recebemos o relatório inicial da OCD em 24 de julho.

Notificamos essa violação de dados à Autoridade Francesa de Proteção de Dados, a CNIL, em conformidade com as leis aplicáveis.

A Ledger está em conformidade com o RGPD?

O objetivo da Ledger vai além da simples conformidade com o RGPD e outros regulamentos de proteção de dados.  Em 3 dias após a descoberta das violações de dados, a Ledger relatou as informações à Autoridade Francesa de Proteção de Dados e passou a fornecer atualizações conforme se tornam disponíveis. A Ledger também está trabalhando e se comunicando abertamente com outras autoridades de proteção de dados. 

A equipe de privacidade Ledger também está mobilizada para responder e gerenciar quaisquer dúvidas relacionadas à privacidade de nossos clientes. Se você tem uma solicitação específica sobre seus dados (acesso, exclusão...), preencha o formulário localizado aqui

Nosso objetivo é excluir completamente seus dados pessoais, como nome, endereço e número de telefone, o mais rápido possível. Para ir além do que é exigido pelo RGPD, estamos desafiando a nós mesmos e nossos provedores terceirizados a manter esses dados pelo menor tempo necessário para cumprir nossas obrigações com nossos clientes (como atender seu pedidos) e com a lei (como obrigações contábeis e legais). Os dados que precisam ser mantidos serão colocados em um ambiente ainda mais segregado. Por exemplo, nosso objetivo é colocar as informações da sua compra de e-commerce (como nome, endereço e número de telefone) em um ambiente segregado três meses após o envio do seu produto.

O que posso fazer para proteger meus dados no futuro?

Tome cuidado com tentativas de phishing que tentam se passar pela Ledger para solicitar sua frase de recuperação. A Ledger nunca solicitará sua frase de recuperação de 24 palavras, nem mesmo no Ledger Live, e a Ledger nunca entrará em contato com você por mensagens de texto ou chamadas telefônicas.

Para melhorar a segurança da sua frase de recuperação, recomendamos que você consulte nossas melhores práticas de medidas avançadas de segurança e lembre-se de que, em caso de emergência, basta digitar 3 vezes o código PIN errado para redefinir seu dispositivo.

Quais medidas de segurança estavam em vigor para proteger nossas informações pessoais?

Para garantir a integridade e confidencialidade de seus dados pessoais, implementamos procedimentos físicos, eletrônicos e organizacionais apropriados para preservar e proteger os dados pessoais em todos os nossos serviços.
Mais detalhes sobre as medidas de segurança implementadas estão disponíveis em nossa política de privacidade.
Implementamos especialmente as seguintes medidas de segurança, entre outras:

  • Segurança de dados de pagamento: se você nos fornecer informações de cartão de crédito, essas informações serão criptografados usando um protocolo TLS (Internet Trade Protocol) seguro e enviadas diretamente ao nosso provedor de serviços de pagamento (PSP). Essas informações nunca são armazenadas em nosso servidor.
  • Programa de conscientização e treinamento de funcionários.
  • Encriptação de dados em trânsito e em repouso.
  • Data centers auditados rotineiramente.
  • Redundância de dados para resiliência em caso de desastres.
  • Autenticação baseada em função.
  • Autenticação de dois fatores de nossos funcionários autorizados.
  • Monitoramento contínuo do sistema.
  • Avaliações de segurança padrão da indústria.
  • Testes de invasão e revisões de segurança por terceiros independentes.
  • Contratação de um novo Diretor de Segurança da Informação (CISO)
  • Derrubamos mais de 200 sites de phishing desde a violação original.

Tem certeza de que não há outro problema semelhante em seu site de e-commerce? A Ledger usa outras APIs?

Realizamos uma auditoria interna e não encontramos outros problemas. No entanto, continuamos avaliando isso regularmente para garantir ainda mais. Realizamos regularmente testes de penetração externos e incentivamos outros pesquisadores de segurança de TI a entrar em contato conosco por meio do nosso programa de recompensas.

Como a Ledger pode ter certeza de que a suposta violação de dados da Shopify divulgada em maio foi uma farsa?

Tivemos acesso a uma amostra do suposto banco de dados vazado e descobrimos que ele não correspondia ao nosso banco de dados. 

Como a violação de dados afetou os pedidos da Amazon, mais especificamente os endereços de cobrança e envio?

Nenhuma informação dos pedidos da Amazon (incluindo e-mail, faturamento e endereços de entrega dos pedidos) foi afetada pela violação de dados.

A Ledger está ciente de ataques de phishing contra seus clientes atualmente?

Sim. Nós monitoramos continuamente a campanha em uma página dedicada. As campanhas de phishing são muito comuns no setor. Por isso, criamos a Ledger Academy para educar nossos usuários. Realizamos campanhas regulares para lembrar nossos usuários de sempre ter cuidado e dos perigos dos ataques de phishing. Há 2 anos temos uma equipe de proteção da marca para monitorar e condenar esses conteúdos abusivos. 

A Ledger identificou quem vazou seu banco de dados? Vocês têm alguma pista?

Não. Nós apresentamos uma queixa criminal ao Ministério Público francês com base em evidências preliminares determinadas graças ao relatório forense investigativo independente da Orange Cyberdéfense, que estamos atualizando continuamente. A investigação está em andamento.

A Ledger cruza meus dados do Ledger Live com outros dados? (e-commerce, carteira hardware)

Não, não cruzamos. 

A Ledger compartilha dados com governos?

A Ledger não compartilha informações de clientes, a menos que seja exigido por leis aplicáveis, conforme descrito em nossa política de privacidade.

Por que a Ledger não limpa seu banco de dados? 

Por motivos legais, somos obrigados a armazenar algumas informações transacionais relacionadas aos dados de contato e de pedidos dos nossos clientes.

De acordo com o princípio de limitação de armazenamento estabelecido pelas leis aplicáveis, nós nos esforçamos para reter os dados pelo tempo mínimo necessário para cumprir esses propósitos legítimos e legais, incluindo atender a quaisquer requisitos legais, contábeis, fiscais ou de conformidade.

Podemos arquivar alguns de seus dados pessoais, com acesso restrito, por um período adicional de tempo quando for estritamente necessário para cumprirmos as nossas obrigações legais e regulamentares de arquivamento e para os períodos dos estatutos de limitações aplicáveis. Ao fim desse período adicional, seus dados pessoais restantes serão anonimizados ou apagados permanentemente de nossos sistemas.

Se você comprou um produto ou serviço conosco, podemos reter alguns dados transacionais anexados aos seus dados de contato para cumprir nossas obrigações legais, fiscais ou contábeis por um período máximo de 10 anos estabelecido pelas leis francesas aplicáveis e para que possamos gerenciar nossos direitos (por exemplo, para defender nossas reivindicações em tribunais) durante os estatutos de limitações franceses aplicáveis.

Também precisamos reter alguns de seus dados pessoais contidos neste banco de dados para que possamos responder às suas perguntas, processar possíveis reivindicações e reter evidências para investigações criminais.

Após a violação do Shopify, estamos mudando a maneira como lidamos com esses dados para ir além dos princípios do RGPD e adotar a melhor abordagem da categoria:

  1. Nosso objetivo é excluir completamente seus dados pessoais, como nome, endereço e número de telefone, o mais rápido possível. Estamos desafiando a nós mesmos e nossos provedores terceirizados a manter esses dados pelo menor tempo necessário para cumprir nossas obrigações com nossos clientes (como atender sua compra) e com a lei (como obrigações contábeis e legais). Os dados que precisam ser mantidos serão colocados em um ambiente ainda mais segregado. Por exemplo, nosso objetivo é colocar as informações da sua compra de e-commerce (como nome, endereço e número de telefone) em um ambiente segregado três meses após o envio do seu produto.
  2. Minimizaremos os locais em que suas informações pessoais são exibidas.  Por exemplo, excluiremos o nome, endereço e número de telefone dos e-mails de confirmação de pedido que enviamos aos nossos clientes para que esses dados não passem pelo nosso provedor de e-mail de e-commerce.
  3. Implementaremos um modelo de mensagens em que informações técnicas e de segurança importantes serão transmitidas por meio do Ledger Live. E-mails e redes sociais serão usados SOMENTE para transmitir mensagens e anúncios relacionados a produtos.
  4. Faremos uma reavaliação detalhada de todos os nossos fornecedores e parceiros para garantir que eles continuem atendendo aos mais altos padrões.

As 24 palavras são armazenadas no banco de dados?

Não, nossos clientes têm o controle total e exclusivo de suas frases de recuperação. A Ledger nunca solicitará sua frase de recuperação. 

Se a Ledger não pôde proteger nossos dados de e-commerce, como ela poderia preservar e proteger nossos fundos?

Esta é a pergunta mais precisa e legítima que podemos responder aos nossos clientes. De fato, desde o início da Ledger, focamos na segurança de nossos produtos porque sabíamos que esse setor precisava de soluções de segurança fortes, totalmente monitoradas e auditáveis para crescer. Estamos comprometidos em oferecer aos nossos clientes produtos de segurança que monitoramos com conhecimento do mais alto nível.

A violação de dados se originou de uma chave de API de terceiros mal configurada hospedada em nossa página de e-commerce. Ela não tem nenhuma relação com nossos produtos de segurança e suas próprias infraestruturas. Isso não significa que essa situação não seja grave. Isso significa que ela não está relacionada ao nível de segurança de nossos produtos.

Lamentamos profundamente este incidente. Levamos a privacidade muito a sério. Descobrimos esse problema graças ao nosso próprio programa "Bug Bounty" e o corrigimos imediatamente. Mas, independentemente de tudo que fizemos para evitar e corrigir esta situação, pedimos sinceras desculpas pelo inconveniente que esse assunto pode causar aos nossos clientes.

Esta situação é muito estressante, o que deveria me tranquilizar?

Compreendemos sua preocupação e lamentamos profundamente este incidente. Violações de dados e ataques de phishing são um problema em todo o setor. Continuamos trabalhando neste problema todos os dias e levamos a privacidade e a segurança dos dados muito a sério. Assim que descobrimos esse problema graças ao nosso próprio programa de recompensa, nós o corrigimos imediatamente e informamos nossos clientes. Mas, independentemente de tudo que fizemos para evitar e corrigir esta situação, pedimos sinceras desculpas por qualquer inconveniente que este assunto possa lhe causar. No entanto, essa violação de dados não tem vínculo nem impacto em nossas carteiras hardware nem na segurança do Ledger Live.

Crypto Casey faz um ótimo trabalho resumindo a situação e como se proteger neste vídeo e neste podcast.  Tome todas as medidas para manter você e seus criptoativos em segurança. 

Seus criptoativos estão seguros e nunca estiveram em perigo. Agradecemos a você pela confiança depositada em nossos produtos. No futuro, você pode esperar de nossos serviços o mais alto padrão de profissionalismo, transparência e responsividade.

A Ledger conhece, fornece ou recomenda algum serviço de monitoramento de “roubo de identidade”?

Não, nós não recomendamos o uso de tal serviço. Em vez disso, recomendamos que nossos clientes pratiquem medidas de precaução e tomem cuidado com tentativas de phishing que tentam se passar pela Ledger para solicitar sua frase de recuperação. A Ledger nunca solicitará sua frase de recuperação de 24 palavras, nem mesmo no Ledger Live, e a Ledger nunca entrará em contato com você por mensagens de texto ou chamadas telefônicas.

Para melhorar a segurança da sua frase de recuperação, recomendamos que você consulte nossas melhores práticas de medidas avançadas de segurança e lembre-se de que, em caso de emergência, basta digitar 3 vezes o código PIN errado para redefinir seu dispositivo.

O que a Ledger está fazendo para evitar que uma violação de dados aconteça novamente?

Essas violações de dados nos desafiaram profundamente. Sua confiança vale muito mais para nós do que seus dados. Por isso, decidimos mudar completamente a maneira como lidamos com dados na Ledger para ir além dos princípios do RGPD e adotar a melhor abordagem da categoria:

  • Nosso objetivo é excluir completamente seus dados pessoais, como nome, endereço e número de telefone, o mais rápido possível. Estamos desafiando a nós mesmos e nossos provedores terceirizados a manter esses dados pelo menor tempo necessário para cumprir nossas obrigações com nossos clientes (como atender sua compra) e com a lei (como obrigações contábeis e legais). Os dados que precisam ser mantidos serão colocados em um ambiente ainda mais segregado. Por exemplo, nosso objetivo é colocar as informações da sua compra de e-commerce (como nome, endereço e número de telefone) em um ambiente segregado três meses após o envio do seu produto.
  • Minimizaremos os locais em que suas informações pessoais são exibidas.  Por exemplo, excluiremos o nome, endereço e número de telefone dos e-mails de confirmação de pedido que enviamos aos nossos clientes para que esses dados não passem pelo nosso provedor de e-mail de e-commerce.
  • Implementaremos um modelo de mensagens em que informações técnicas e de segurança importantes serão transmitidas por meio do Ledger Live. E-mails e redes sociais serão usados SOMENTE para transmitir mensagens e anúncios relacionados a produtos.
  • Faremos uma reavaliação detalhada de todos os nossos fornecedores e parceiros para garantir que eles continuem atendendo aos mais altos padrões.

Roubos e ataques como este não podem deixar de ser investigados e processados legalmente. Para que as criptomoedas prosperem, deve haver um preço a pagar por cometer roubos de criptomoeda. Continuamos trabalhando nesses casos com as autoridades policiais e com investigadores privados e estamos adicionando mais poder de fogo:

  • Estamos contratando mais capacidade de investigação privada e agregando experiência e abordagens para encontrar os responsáveis por esses roubos de dados.  Continuaremos trabalhando em conjunto com as autoridades globais para encontrar, prender e processar legalmente os responsáveis sempre que possível.
  • Vamos criar uma recompensa para novas informações, obtidas legalmente, que levem à dentificação, prisão e execução bem-sucedida daqueles responsáveis por ataques contra a Ledger e aos nossos clientes.  A Ledger gerou uma carteira com 10 BTC (endereço: bc1qshfl9cnyjam64m3c2jpsg23u34z7w0kwncdsd) como reserva de recompensa inicial. Isso será desembolsado a critério da Ledger e considerará fatores como: as informações foram obtidas legalmente? Elas são novas? Quão substancial são as informações e até que ponto elas ajudarão a progredir na investigação e resultarão em uma capacidade direta de processar indivíduos? Essa acusação foi bem-sucedida? De forma mais geral, elas estarão sujeitas aos termos do nosso programa de recompensas disponível aqui.
  • Estamos anunciando nossa intenção de colaborar com outros do setor nesta iniciativa.  Estamos entrando em contato com outras empresas e indivíduos na área a respeito do financiamento contínuo deste programa de recompensas por crimes cometidos contra a comunidade cripto.  CEOs de outras empresas na área de criptomoedas que quiserem se juntar a nós neste projeto, entrem em contato conosco o mais rápido possível.
Violação de dados de e-commerce e marketing: perguntas frequentes

Esse artigo foi útil?